Joielle Mendonça tem 27 anos e, há cinco, é formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva. Com especializações em Ciência e Tecnologia de Cosméticos e Cosmetologia Clínica, desde 2007, ela se tornou a farmacêutica responsável pela linha. Além de estar à frente das pesquisas do Laboratório Adélia Mendonça, ela também promove palestras por todo o Brasil, em feiras e congressos de estética, para dermatologistas e outros profissionais da área.

Joielle Mendonça durante palestra em Congresso Científico de Estética

Joielle Mendonça durante palestra em Congresso Científico de Estética

Joielle aplica hoje, todo o conhecimento técnico que aprendeu não somente em cursos de graduação e especialização, como também, durante os anos em que cresceu observando a mãe – a esteticista, cosmetóloga e fundadora da linha, Adélia Mendonça – se dedicar intensamente ao estudo de fórmulas que satisfizessem sua exigência profissional. Herdeira do perfeccionismo e paixão maternos pela cosmetologia, seu talento e competência foram fundamentais para a conquista do prêmio “Pesquisas Científicas do Ano”, que reforça a missão da empresa, de ser a nº 1 em cosmiatria.

Joielle Mendonça

Fora da indústria, a dedicada pesquisadora encanta pelo glamour, que é sua marca registrada. Como filha de Adélia Mendonça e irmã da produtora de moda, stylist e figurinista Jacqueline Mendonça, não podia ser diferente. Dona de uma beleza e elegância natas, esta capricorniana se revela uma pessoa culta e sensível ao apontar suas preferências, sem deixar de lado, o interesse por tudo o que movimenta o universo da beleza.

Joielle, a irmã Jacqueline e a mãe Adélia Mendonça no evento promovido pela linha - I Encontro de Negócios e Beleza

Joielle e a irmã, a produtora de moda Jacqueline Mendonça

 

 

Perfil Joielle Mendonça:

 

Nome: Joielle Mendonça

Profissão: Farmacêutica industrial

Idade: 27 anos

Paixão: Minha filha e família.

Joielle e a pequena Antonella, sua filha de 4 anos

O que mais gosta: Filmes antigos, dançar, estar com amigos.

Joielle e as inseparáveis amigas

Não gosta: inveja, mau humor e pessoas negativas.

Livros: O amor nos tempos de cólera (Gabriel Garcia Marquez), O menino no espelho (Fernando Sabino), Licença poética (Adélia Prado).


Músicas: Quase sempre, música sertaneja (Jorge e Mateus e raízes) e ritmos para dançar!

Filme: Cisne negro, O curioso caso de Benjamin Button, Casablanca, Cinema Paradiso e os Girassois da Rússia.


Virtude: Acredito que eu seja uma pessoa muito responsável e comprometida, não somente com o meu trabalho, mas também com as pessoas que gosto e acredito.

Hobby: Colecionar modelos de roupas, óculos de sol e tutoriais de maquiagem.

 

Defeito: Extremamente perfeccionista, mas desorganizada!

Lema de vida: Tudo vale a pena, se a alma não é pequena. Quem quer passar além do bojador, tem que passar além da dor.

E um poema especial, que acredito, ter um valor de carinho e sensibilidade muito importantes para mim… Tanto que, desde a minha primeira palestra até hoje, encerro com alguns versos dele:

Licença poética (Adélia Prado)

Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou tão feia que não possa casar,
acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
— dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade de alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.

Joielle Mendonça recebendo o prêmio "Pesquisas Científicas do Ano"

Compartilhar

Tags:

Uma resposta


  1. Joielle on 23 set 2011

    Que bonito! obrigada pelas palavras!


Deixe o seu comentário

Responda: *