A vitamina D é uma das mais conhecidas quando o assunto é tratamento dos ossos, já que ela ajuda a fortalecê-los e previne a osteoporose. Mas você sabia que ela também tem benefícios para a pele?

A substância fortalece a barreira da derme e ajuda a amenizar rugas e linhas de expressão, combatendo o envelhecimento precoce da pele. No entanto, apesar de ser produzida pelo próprio organismo e de ser estimulada pelo sol, a quantidade de vitamina D pode diminuir a partir de uma certa idade ou até dependendo da época do ano.

 

 

Saiba todas as vantagens dessa substância para a pele e descubra como estimular sua produção.

Vitamina D combate rugas, linhas de expressão e melhora o contorno facial

Rugas, linhas de expressão e flacidez são os sinais da idade mais temidos pelas mulheres, e podem surgir a partir dos 25 anos. A vitamina D consegue acelerar a renovação da pele porque cerca de 90% dessa substância é produzida na própria pele, conforme os raios ultravioletas transformam o colesterol na substância. Assim, ela consegue promover um efeito de reestruturação da epiderme, melhorando a textura e o contorno facial.

Como conseguir aumentar os níveis de vitamina D para a pele?

Para quem quer e precisa estimular a vitamina D no organismo, seja por problemas nos ossos ou para melhorar a textura da pele, saiba que existem duas maneiras de fazê-lo: através da alimentação e através da exposição solar.

Sobre se expor ao sol, é preciso ter bastante cuidado porque ao mesmo tempo em que estimula a vitamina, os raios solares também causam envelhecimento da pele por quebrar as fibras de colágeno – componente que sustenta e dá firmeza à pele.

Sendo assim, como equilibrar essa exposição?

Segundo os dermatologistas, para estimular a vitamina D, bastam alguns minutos. Para quem tem a pele clara, 5 minutos por dia já é suficiente, enquanto quem tem a pele negra ou morena pode reservar cerca de 20 minutos. Essa exposição pode ser feita cerca de três vezes por semana: o ideal é deixar apenas braços e pernas expostos durante o tempo necessário, enquanto no rosto deve-se sempre aplicar o protetor solar facial.

Alimentos como leite, peixe e ovo mantêm altos os níveis de vitamina D 

O sol costuma ser o principal meio de estímulo para a vitamina D no organismo, já que a substância aparece em poucas quantidades nos alimentos, mas ainda assim, alimentar-se bem é fundamental para acelerar o nível da vitamina.

Os principais alimentos são o leite e seus derivados, como o queijo e a manteiga. Peixes como salmão, sardinha e o atum enlatado também são boas opções, enquanto o ovo também ajuda a concentrar a vitamina D no organismo, principalmente a parte da gema. E para a quem agradar o paladar, o fígado do boi e da galinha também são ricos em vitamina D.

 

 

Fonte: Beatriz Doblas

 

Compartilhar

Deixe o seu comentário

Responda: *